Login

Login

Username
Password
Remember Me

Registrar

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name
Username
Password
Verify password
Email
Verify email

INDENIZAÇÃO POR EXPOSIÇÃO DE CONSUMIDOR À RISCO DE VIDA - PROPAGANDA ABUSIVA

Avalie este item
(0 votos)
Escrito por  Publicado em: Ações Civis Públicas
Autor: Rodrigo Daniel dos Santos - Consultor Jurídico do IBEDEC

 

IBEDEC x Claro

A empresa ré lançou nesta segunda feira, uma campanha promocional de venda, com veiculação em horário nobre na TV Globo e em outras emissoras, de seu serviço Banda Larga 3G.

O que choca na propaganda veiculada pela ré, é o fato de uma criança com uma tesoura na mão sair saltitante ao som de uma música de fundo, cortando fios de computadores ligados, em uma alusão ao corte da comunicação via fio e sua substituição por uma conexão via celular.

Ao fim da propaganda aparece uma criança com uma tesoura na mão que quando chega para cortar o fio de um computador encontra o produto da ré já conectado ao notebook e em seguida mostra outra criança com uma tesoura na mão, em clara alusão de já ter feito o corte do fio e a ligação do novo serviço.

É impressionante o desrespeito a vida humana e a integridade das pessoas, principalmente dos filhos de seu provável público consumidor.

Como pode uma empresa concessionária de telefonia móvel, com milhões de clientes, usar de uma campanha de marketing divulgada em horário nobre, onde mostra uma criança com uma tesoura cortando fios elétricos ?

Quantas crianças não serão estimuladas pela estúpida propaganda da ré a passar a tesoura nos fios dos computadores de sua casa ?

Quantas crianças não correrão o risco de serem eletrocutadas por uma descarga elétrica quando imitarem a propaganda e cortarem um fio elétrico do computador ?

É um absurdo sem precedentes, que merece intervenção imediata do Poder Judiciário com o fim de suspender a veiculação da referida publicidade e condenar a empresa ré nas sanções que o Código de Defesa do Consumidor.

É este o fato que fundamenta a presente ação: a exposição do consumidor e da coletividade à risco de vida, decorrentes de publicidade abusiva colocada no mercado pela ré.

Ler 10840 vezes
Rodrigo IBEDEC

Presidente & Fundador

Entre para postar comentários

Twitter IBEDEC

Facebook IBEDEC

Newsletter


Assine nossa newsletter